Sempre esteve em nossas mãos, afinal o exercício do voto é a famosa prerrogativa do pleno exercício da cidadania (pelo menos é o que a constituição e a propaganda dizem).
Este fato não é suficiente para configurar o que estejamos vivendo em uma democracia, pois o que presenciamos em nosso país são negociatas entra parlamentares manipuladores de assembléias de sindicato, que percebendo o cansaço dos “miolos moles”, gritam: “Vamos votar! Vamos votar!”. “Porque não gostar de eleições
Aires Brito, Ministro presidente do TSE Tribunal Superior Eleitoral, analisa a possibilidade de tornar publico o nome de candidatos que respondem a processos criminais.
A decisão è dificílima já que segundo pesquisa o numero de candidatos com problemas na justiça e elevadíssimo e a pressão para que tal lista não seja divulgada aumenta dia a dia. (veja a matéria na integra)
O Desembargador Marco Cezar, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, foi oficiado pela Federação do Elo Social SP, para que se manifestasse no prazo de 15 dias sobre a implantação naquele estado do projeto denominado “Voto Distrital”.
Na ocasião e por votação unânime foi afastada qualquer participação ou interferência do tribunal na iniciativa da instituição notificante.

   

Plebiscito

Simpósio de Cidadania

Participação Legislativa

Elo Social Brasil

Empreendorismo
 
© Voto Distrital 2008. Todos os direitos reservados